Lançado em 24 de abril de 2015, o apple watch, como um smart watch, possuí diversas possibilidades de uso, como aferição de batimentos cardíacos em tempo real, lhe informando caso este se inadeque.

Passeando pelo reddit eu me deparei com a postagem de um usuário do Apple Watch em que ele relata como o relógio salvou a sua vida, Duas vezes! Irei colocar o texto original e traduzido.

Vale ressaltar que irei copiar apenas o conteúdo pertinente à salvação. Para ler o relato na integra, click aqui: https://www.reddit.com/r/apple/comments/6yw3gg/my_apple_watch_literally_saved_my_life_twice_in/

 

ORIGINAL

Fast forward several months to 2 weeks ago and I am sitting at home watching T.V. preparing to eat dinner. I received an alert that my heart rate was high. I do a check and my resting BPM was at 120. I knew something was off but decided to just wait and see because I figured due to the age of the watch maybe it was a faulty reading. I was wrong. 10 min later I went into cardiac arrest. I was rushed to the hospital and stabilized, diagnosed with a heart attack and due to the watch and related cardio/health apps I was able to share a wealth of info with all the doctors and specialists from beginning to end of the entire cardio incident.

I was released and 6 days later I was sitting at home recovering from the first incident intentionally avoiding all forms of stress or exertion. As I was laying on the floor reading a book I began to feel a slight tightness in my chest. I manually decided to check my heart rate. It was at this point I noticed that my resting BPM was hovering around the 87-98 ish point and only elevating. I decided as a preventative measure due to the last episode to jump in my car, throw on the 4 way emergency lights and floor the gas all the way to the hospital. I informed them what was going on and just as I was being led to the back of the ER and hooked up to the EKG I was hit again. This time I was rushed by ambulance to a next level critical care facility in the next major city and held there for 48 hours where a laundry list of tests were conducted on me. Had it not been for my watch and my vigilance after the last incident; that day could have ended a whole lot worse I was informed by the doctors at the hospital.

Sadly this story doesn’t have a happy ending as of yet. They have no idea what is causing the cardiac incidents. The only thing they can tell me is that it’s not normal for a 36 year old man to be having repeated heart attacks, and they can’t assure me if it will even happen again or if it is over. I haven’t been given a solid diagnosis but instead about 7 “good guesses” that need further workup.

TRADUZIDO

De duas semanas à alguns messes atrás eu estava em casa, preparando o meu almoço, enquanto estava sentado
assisistindo TV. Eu recebi um alerta, do meu Apple Watch, de que meus batimentos cardiacos estavam acíma do normal.

Eu chequei e vi que meus batimentos por minuto estavam à 120. Eu sabia que tinha algo errado, mas eu decidi esperar
para ver se era isso mesmo por conta da idade do meu relógio (pensei que estava com defeito). Eu estava err
ado, pois entrei em parada cardíaca 10 minutos após o aviso do relógio. Eu corri para o hospital e fui
estabilizado. Meu caso foi diagnosticado como ataque cardíaco e, graças ao relógio e os aplicativos de
cardio/saúde, foi possível dividir uma riqueza de informações, do início ao fim, de todo o incidente cardíaco, com os médicos e especialistas.

Tomei alta e, 6 dias depois, eu estava sentado em casa me recuperando de meu primeiro incidente cardíaco, evitando
todas as formas de stress e esforço.
Foi sentado no chão, lendo um livro, que comecei a sentir um leve aperto em meu peito. Eu decidi checar,
manualmente, minha fequencia cardíaca. Percebi que meus batimentos estavam variando de 87 à 97 bpm, subindo cada
vez mais. Decidi já pular para dentro do meu carro e voar para o hospital.
Eu os informei sobre o que estava acontecendo. Fui levado às pressas, de ambulância, para o centro de cuidados críticos mais próxima e fui mantido lá por 48 horas, realizando check-ups. Fui informado pelos médicos do hospital de que eu poderia estar morto se não fosse pelo meu relógio e pela minha vigilância após o incidente.

Infelizmente, esta história ainda não teve um final feliz. Eles ainda não fazem idéia do que está causando estes incidentes cardíacos. A única coisa que eles podem me dizer é que não é normal que um homem de 36 anos tenha ataques cardíacos repetidos, e eles não podem me garantir se isso vai acontecer novamente ou se vai acabar. Não recebi um diagnóstico sólido.

 

Comentários

Comentários