1. Conhecer na íntegra o plano de Emergência do seu local de atuação.
  2. Tempo de abandono total de toda a população fixa e flutuante conforme registro e simulados anteriores. Reconhecer o ponto de encontro, o ponto de refúgio e suas condições.
  3. Atuar de forma preventiva e responder de forma rápida e segura as possíveis emergências, sejam naturais ou tecnológicas.
  4. Conhecer as rotas de fuga e saídas de emergências do seu local de trabalho.
  5. Conhecer os procedimentos para operar um elevador de emergência.
  6. Conhecer uma subestação, cabine primária, potência (KVA) e procedimentos para entrada e resgate em situações de emergência.
  7. Conhecer os locais de armazenamento de gases inflamáveis como GLP, GN, acetileno entre outros.
  8. Conhecer as formas de armazenamento de líquidos inflamáveis como: diesel, gasolina, álcool entre  outros, sejam solventes polares ou hidrocarbonetos,  bem como todo sistema de segurança.
  9. Conhecer os parqueamento de tanques quando existirem e todos seus anexos, sistemas de segurança (câmara de espuma, anel de resfriamento, tampas flutuantes etc.) bacia ou dique de contenção, válvulas, tubulações, produto, aterramento e sistema de SPDA.
  10. Conhecer os tipos e a operação de: extintores (portáteis e extintores sobre rodas, com carga de água, pó BC, pó ABC, CO2, espuma, acetato de potássio, cloreto de sódio, halotrom, etc.).
  11. Conhecer os produtos perigosos existentes na planta: químicos, biológicos ou radiológicos.
  12. Conhecer os EPIs nível A, B e C e D.

 

 

CONHECER OS PROCEDIMENTOS PARA CONTENÇÃO E DERRAMAMENTO E OS KITS DE EMERGÊNCIA AMBIENTAL PARA LINHA BRANCA – PETRÓLEO E DERIVADOS:

Absorventes de hidrocarbonetos de alta eficiência: POLIPROPILENO (PP)

Cordões: para conter a propagação do derramamento de hidrocarbonetos (manta ou travesseiro).

Linha Verde – Líquidos Agressivos (ácidos e bases)

Linha Cinza – Líquidos em Geral, conhecer os materiais e os processos para redução de contaminantes, suas estações e equipamentos.

 

INDICADO PARA:

  • Indústrias Químicas · Hospitais · Laboratórios · E demais empresas que operam com líquidos agressivos (derramamentos e contenções de ácidos e bases).

 

  1. Conhecer os elementos construtivos da edificação e as diferentes resistências.
  2. Conhecer os materiais de acabamentos e revestimentos resistentes ao fogo
  3. Conhecer as compartimentações horizontais e verticais existentes na planta.
  4. Conhecer a reserva técnica de incêndio e quantos m³.
  5. Conhecer todo sistema fixo e portátil bem como seu funcionamento.
  6. Conhecer a carga de incêndio da edificação e pontos críticos e vulneráveis.
  7. Conhecer os espaços confinados e o procedimento para resgate de acordo com a característica do EC, conforme NR 33
  8. Conhecer as atribuições da Brigada de Emergência, forma de acionamento e nível de treinamento.
  9. Conhecer a química do fogo.
  10. Conhecer a dinâmica e o comportamento do fogo Backdraft, Bleve e o Boil Over
  11. Saber qual é a vazão e pressão do sistema hidráulico.
  12. Entender os princípios de funcionamento bombas jockey e bomba principal
  13. Conhecer barrilete e compreender o funcionamento de todo o sistema de drenos, teste, pulmão etc.
  14. Saber qual a quantidade em m³ e o tempo de autonomia da reserva técnica de incêndio de acordo com o funcionamento dos hidrantes em funcionamento.
  15. Conhecer todo sistema de proteção contra incêndio, materiais e equipamentos.
  16. Conhecer os riscos específicos da planta, seja de risco: baixo, médio ou alto.
  17. Conhecer os tipos de mangueiras (tipos I, II, III, IV e V) e suas aplicações e uso.
  18. Tipos de esguichos e canhões monitores (móveis, portáteis, oscilatórios, fixos ou de controle remoto, conhecer os tipos de jatos (compacto/pleno, cone de força e água pulverizada) e indicações para aplicação.

 

 

EMERGÊNCIAS MÉDICAS EM APH

CONHECER NA ÍNTEGRA A BOLSA DE ATENDIMENTO PARA EMERGÊNCIAS MÉDICAS E OS ITENS:

  • Equipamentos para aferição de sinais vitais (esfigmomanômetro, estetoscópio, oxímetro e termômetro).
  • Materiais para imobilização: (Colar cervical PP, M, G ou reguláveis, bandagem triangular, talas diversos tamanho).
  • Tesoura, ataduras, esparadrapo, micropore, manta térmica, tesoura ponta romba, lanterna pupilar, saco branco para coleta de resíduos, AMBU – Artificial Manual Breathing Unit (unidade manual de respiração artificial). Cânula orofaríngea (todos os tamanhos), aspirador manual de secreção, atadura de rayon, soro fisiológico, plástico para evisceração, lanterna, gaze algodoada tipo zobec, torniquete.

SABER RECONHECER E RESPONDER AS SEGUINTES EMERGÊNCIAS:

Agravo de saúde de qualquer natureza, síncope, vertigem, desmaio, crise convulsiva, hipertensão ou hipotensão, hiperglicemia ou hipoglicemia, AVE, IAM, obstrução de vias aéreas e PCR .

 

EMERGÊNCIAS OBSTÉTRICAS:

Conhecer o ciclo gestacional e os sinais e sintomas da gravidez; conhecer as principais condições de gravidez de risco; conhecer os procedimentos para o parto normal, a assistência e suporte inicial para o neonato e parturiente.

 

EMERGÊNCIAS ENVOLVENDO PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS:

Conhecer as técnicas de abordagem e avaliação física em pacientes com restrição físicas, mental e sensorial; conhecer as principais evidencias e constatações para a identificação de abusos ou negligência ao paciente com necessidades especiais.

 

EMERGÊNCIAS COMPORTAMENTAIS:

  1. Conhecer os aspectos legais para atendimento de vítimas com alteração comportamental;
  2. Conhecer as principais causas das emergências comportamentais.
  3. Conhecer as técnicas de abordagem e contenção física e mecânica de pacientes com alteração comportamental violenta ou de risco de parada respiratória, parada cardiorrespiratória, com ferimentos abertos e fechados, fraturas, entorse, luxação, hemorragias, choques, amputação, avulsão, ferimentos penetrantes, ferimentos por armas de fogo e por armas brancas, suspeitas lesões de coluna, bacia e crânio.
  4. AED/DEA (Desfibrilador Externo Automático, uso adulto e pediátrico)
  5. Conhecer as técnicas de transporte de vítimas sem e com suspeita de lesão na coluna, em prancha, maca e ambulância.
  6. Reconhecer atuar nas queimaduras de 1º, 2º, 3º e 4º grau (térmicas, químicas e elétricas) extensão e profundidade e a classificar a SCQ.
  7. Procedimentos para incidente com múltiplas vítimas: Conhecer as ações de avaliação, zoneamento, triagem e método START para acidentes e incidentes que envolvam múltiplas vítimas.
  8. OPERAÇÃO COM VIATURAS
  9. Saber operar viaturas de combate a incêndio quando existir: princípio de funcionamento, capacidade em m³, autonomia, bombas de pressão e vazão, escorva. E tripulada no mínimo por 4 componentes

 

Referências: ABNT NBR 15219, ABNT NBR 14608, ABNT NBR 14276, ABNT NBR 14277 e a ABNT NBR 14023;

JOÃO GODOI

Comentários

Comentários

1
Olá ! Qual curso você tem interesse?
Powered by